Wine e Have a Nice Beer

Lançada em 2008, a Wine é hoje a maior loja de vinhos da América Latina. Oferece mais de dois mil rótulos de vinhos das principais regiões do mundo. Se você gosta de tomar um bom vinho com esse frio que vem chegando e nunca sabe onde encontrar os melhores vinhos com bons preços, a Wine é uma excelente dica.

Maior loja de vinhos da América Latina

Maior loja de vinhos da América Latina

Se você mesmo de vinhos e quer conhecer novos, a dica é fazer parte do ClubeW. Quem é assinante do clube, recebe mensalmente uma caixa com 2, 4 ou 6 garrafas (depende do plano escolhido) de vinhos selecionados pelo sommelier da Wine. O assinante ainda tem desconto de 15% no site e recebe a revista da loja.

Agora, se você gosta mesmo é da boa e velha cerveja, tem de conhecer o Have a Nice Beer. A proposta do site é entregar, mensalmente, 4 garrafas de duas das melhores cervejas do mundo, além de uma revista.

A proposta é entregar, mensalmente, duas das melhores cervejas do mundo

A proposta é entregar, mensalmente, duas das melhores cervejas do mundo

O valor da assinatura varia conforme a seleção do mês, porém o valor médio é de R$ 65,90 (mais frete). Cervejas do mundo inteiro já passaram por lá: Bélgica, França, Turquia, República Tcheca, Estados Unidos, entre outros.

Read More

Blogs corporativos no blog da Happy Hour

Onde escrevo sobre blogs corporativos (ou blogs empresariais?), no blog da Happy Hour Comunicação. Leiam!

Read More

Grande Zé Rodrix

“Acabo de descobrir exatamente nos detalhes desta notícia que não vou mais participar do projeto. Vocês conhecem a minha opinião sobre Renúncia Fiscal e Leis de Incentivo. Enquanto isto era um empreendimento privado, no máximo com os patrocínios e os apoios diretos de empresas que se associariam ao empreendimento, eu estava dentro. Infelizmente, ao entrar na jogada da Lei Rouanet, MiniCul etc., ele se torna impossível para mim.Não acredito que o dinheiro de TODOS deva servir para patrocinar a aventura pessoal de ALGUNS, e, quando isto se configura, eu saio fora. Investimento deve ser feito com dinheiro real que não prejudique o essencial do país. Impostos devem ter fim específico, e os sustento da arte não é, a meu ver, uma destas essencialidades.

Sempre fui um artista que não se privilegiou de nenhum tipo de ligação com estados e governos, em nome de minha própria liberdade. Assim sendo, há que haver em mim algum respeito pelas coisas em que eu acredito. Se entrar nisto, estarei negando tudo que é a minha maneira de ser, pensar e agir. No Brasil de hoje, precisamos de investidores conscientes, e não, segundo minha maneira de ver a realidade, de utilizar de maneira equivocada o dinheiro público.”

Zé Rodrix, autor de “Casa no Campo” (aqui, na voz de Elis Regina)

Read More