Wine e Have a Nice Beer

Lançada em 2008, a Wine é hoje a maior loja de vinhos da América Latina. Oferece mais de dois mil rótulos de vinhos das principais regiões do mundo. Se você gosta de tomar um bom vinho com esse frio que vem chegando e nunca sabe onde encontrar os melhores vinhos com bons preços, a Wine é uma excelente dica.

Maior loja de vinhos da América Latina

Maior loja de vinhos da América Latina

Se você mesmo de vinhos e quer conhecer novos, a dica é fazer parte do ClubeW. Quem é assinante do clube, recebe mensalmente uma caixa com 2, 4 ou 6 garrafas (depende do plano escolhido) de vinhos selecionados pelo sommelier da Wine. O assinante ainda tem desconto de 15% no site e recebe a revista da loja.

Agora, se você gosta mesmo é da boa e velha cerveja, tem de conhecer o Have a Nice Beer. A proposta do site é entregar, mensalmente, 4 garrafas de duas das melhores cervejas do mundo, além de uma revista.

A proposta é entregar, mensalmente, duas das melhores cervejas do mundo

A proposta é entregar, mensalmente, duas das melhores cervejas do mundo

O valor da assinatura varia conforme a seleção do mês, porém o valor médio é de R$ 65,90 (mais frete). Cervejas do mundo inteiro já passaram por lá: Bélgica, França, Turquia, República Tcheca, Estados Unidos, entre outros.

Read More

Hambúrguer: Hamburgueria Nacional x St. Louis Burger

Olha, vou confessar que tenho uma tara particular por hambúrguer. Estive recentemente em duas casas conceituadas em São Paulo, a Hamburgueria Nacional e o St. Louis e resolvi escrever sobre.

Vamos por partes?

Hamburgueria Nacional
A Hamburgueria Nacional me impressionou pelo lugar deveras aprazível e acolhedor. Me senti muito bem e totalmente à vontade. O lugar é espaçoso e tem mesas com sofás, estilo lanchonete americana (só os sofás, não o lugar).

Hamburgueria Nacional: entrada

Hamburgueria Nacional: entrada

Mas vamos ao que importa? Começamos por uma porção de onion rings e uma Erdinger pra acompanhar. Os anéis de cebola estavam apenas razoáveis, pro gasto. Nada demais.

Depois, o prato principal: o hambúrguer. Pra acompanhar, a espetacular Guinness – imediatamente SORVIDA (tive que pedir outra).

O sanduba da Hamburgueria Nacional e a Guinness

O sanduba da Hamburgueria Nacional e a Guinness

Antes, um parêntese. A Hamburgueria Nacional, como explica o seu cardápio, tem a salamandra, um sistema exclusivo onde o “calor vem de cima para baixo e a gordura do hambúrguer vai para a área fria do forno, em vez de voltar à carne como gordura saturada”.

Amigo, o hambúrguer dos caras é simplesmente sensacional. Vale muito a pena. O que comi foi o Super Burger (de 350 gramas), com uma crosta de pimenta-do-reino preta. E com um queijo cheddar por cima. Crocantinho por fora e bem macio por dentro – ao ponto, com aquele vermelhinho característico e altamente devastador.

Super Burger da Hamburgueria Nacional: crocante por fora e vermelhinho por dentro

Super Burger da Hamburgueria Nacional: crocante por fora e vermelhinho por dentro

Jun Sakamoto, sushiman do restaurante que leva seu nome, é o criador dos hambúrgueres de lá.

St. Louis Burger
O St. Louis impressionou pelo salão pequeno e pelas próximas extremamente próximas uma das outras. Demorou um tempinho para ficar totalmente à vontade no lugar, que também tem algumas mesinhas do lado de fora, na calçada.

St. Louis: salão pequeno, mesas próximas, porém agradável

St. Louis: salão pequeno, mesas próximas, porém agradável (crédito da foto: Guia do Lazanha)

Ao que importa? Sim. As onion rings estavam simplesmente fenomenais. No ponto certo, como devem ser. Uma Heineken acompanhou.

Comi o hambúrguer Champ, com queijo suíço e cogumelos refogados na manteiga. No prato vem também um potinho de salada, muito refrescante e docinha. Ideal para abrir o apetite. Dei umas mordidas no Louis também, com queijo, relish de pepino, cebola em conserva, tomate e pimenta jalapeño. Ambos gostosos – o de pimenta um pouco enjoativo, devo confessar (não sou fã da jalapeño). Uma pena que o Champ estava com gosto pronunciado demais de “churrasqueira” e queimado. Ponto negativo. Atrapalhou um pouco.

St. Louis: o Champ, com queijo suíço e cogumelos refogados

St. Louis: o Champ, com queijo suíço e cogumelos refogados

O guri na capa do cardápio é o chef Luiz Cintra, responsável pela casa.

St. Louis: cardápio com Luiz Cintra, o proprietário, na capa

St. Louis: cardápio com Luiz Cintra, o proprietário, na capa

Confronto direto
No confronto direto, Hamburgueria Nacional levou o caneco. O hambúrguer estava perfeito. O St. Louis pecou no preparo.

Serviço
Hamburgueria Nacional – R. Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 822 – Itaim Bibi – (11) 3073-0428

St. Louis – R. Batataes, 242 – Jardins – (11) 3051-3435

Read More