Yoani no Brasil

A blogueira Yoani Sánchez mal chegou ao Brasil e já foi atropelada por parte da esquerda-troglodita do Brasil – ao que consta, gente ligada ao PT, PC do B e União da Juventude Socialista.

No aeroporto, em Recife, em sua chegada, cartazes do naipe de “MERCENARIA ANTI-CUBA!”, “BLOGUEIRA MERCENÁRIA É FINANCIADA PELA CIA”, “PERSONALIDADE FALSIFICADA” e o magistral “Cuba sim, Ianques não” foram mostrados a ela e, é claro, às câmeras que estavam por ali.

Em algum momento, ela teve até o cabelo puxado e notas de dólares colocadas próximas ao rosto.

Um primor.

Em Feira de Santana (BA), onde o documentário “Conexão Cuba-Honduras” seria exibido, ela passou por mais momentos constrangedores: foi recebida por mais cartazes e muita gritaria.

Com gritos de “viva la revolución” (eternos risos), a projeção do filme (que fala justamente sobre falta de liberdade de expressão) teve de ser cancelada.

Olha, nem vale a pena discutir aqui o tema Cuba e se a Yoani é uma aproveitadora/vitimista ou não.

O que não dá pra engolir é esse ataque rasteiro e babaca dessa turminha que se diz muito de esquerda mas tolera ditadores assassinos. Que se diz a favor da “liberdade de expressão”, mas não deixa os outros sequer falar.

Essa cambadinha de vagabundos que não tem mais o que fazer – que quer empurrar goela-abaixo as suas verdades.

Essa galera que elabora “as 40 perguntas que Yoani Sánchez não irá responder”, com coisas do tipo “Quem organiza e financia sua turnê mundial?”, “Você também é correspondente do jornal espanhol El País. Qual é sua remuneração mensal?” e “Quais interesses se escondem atrás de sua pessoa?”.

Neguinho chega até a dizer que a tal blogueira faz parte e é financiada pelo PIG – Partido da Imprensa Golpista (termo criado, se não me engano, pelo trouxa do Paulo Henrique Amorim). É mole?

Risível, pra dizer o mínimo, o episódio todo.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>